Itacuruba recebe nesta quarta-feira “Expedição da Cidadania”


Blog do Elvis

A população ribeirinha que reside ao longo do Rio São Francisco, no estado de Pernambuco, será atendida até 27 de novembro deste ano, pelo projeto social “Expedição da Cidadania”, promovido pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe). A iniciativa visa levar direitos e serviços essenciais à regiões carentes e isoladas, permitindo à população local reivindicar demandas judiciais e previdenciárias, além de promover atendimento médico e odontológico especializado.

A cidade de Itacuruba, no Sertão de Itaparica, será uma das beneficiadas pelo projeto nesta quarta-feira (24). Já na quinta (26) será a vez de Belém do São Francisco, também no Sertão.

Na segunda etapa do projeto, prevista para ocorrer no período de 7 a 18 de março de 2016, o grupo retornará à região para entregar a documentação solicitada pela comunidade local, bem como para dar continuidade ao atendimento das ações judiciais e de outros serviços ligados à saúde e ao bem-estar.

De acordo com o coordenador desta edição, juiz federal João Paulo Pirôpo, a Expedição da Cidadania busca tornar efetivo o direito à cidadania, além de proporcionar serviços essenciais às populações ribeirinhas atendidas.

“Nosso objetivo é garantir o acesso de comunidades isoladas ao Juizado Especial Federal, além de promover serviços de emissão de documentos, como certidão de nascimento (registro tardio), carteira de identidade, CPF, Carteira de Trabalho e concessão administrativa de benefícios previdenciários”, explica o magistrado. Também serão oferecidos serviços de saúde preventiva e ações sociais, como doação de brinquedos, roupas e remédios.

O evento conta com o apoio institucional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), do governo federal, do Ministério das Comunicações, do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), do Governo do Estado de Pernambuco, do Exército e da Marinha do Brasil. Participam do projeto juízes federais e servidores públicos, médicos e voluntários de todo o país.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial