Duque minimiza Tribuna 22 e diz que político que não gosta de críticas que mude de ramo


duque 4

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), não está nada preocupado com as movimentações do Partido da República (PR), que no próximo dia 18 vai estar no bairro da Cohab, ouvindo propostas para montar o plano de governo para 2016. De acordo com os republicanos, o partido, sob a liderança do deputado Sebastião Oliveira; vai visitar todas as regiões do município para escutar o povo.

“Nós (PT) escutamos o povo. O PR está no direito dele de discutir com a sociedade a sua proposta, como eu discuti lá atrás a minha proposta que foi aprovada pela população e que foi eleita e nós estamos executando. Nós fizemos uma escuta da sociedade permanente, todos os meses eu estou no conselho de desenvolvimento rural ouvindo a sociedade, nas associações. Estamos permanentemente, quando não sou eu são os secretários que estão lá auscultando a sociedade”, disse Luciano Duque, afirmando que realiza pesquisas para ‘monitorar o sentimento do povo’, mas que nem sempre é possível realizar o que se planeja. “Agora, evidentemente que tem algumas pautas que são impossíveis de você atender em curto prazo, eu tenho três anos de governo, Serra Talhada tem problemas históricos de mais de 50 anos”.

POSTURA DEMOCRÁTICA

Ainda durante a conversa com o Farol, logo após o lançamento da campanha de combate ao mosquito Aedes aegypit, o prefeito declarou não sentir-se incomodado com as criticas que vem recebendo dos adversários e de alguns ataques que acontecem nas redes sociais.

“Eu não creio que se faz desenvolvimento a não ser em um regime democrático, a não ser com a compreensão que o contraditório é necessário e isso aguça cada vez mais a vontade do governo de trabalhar. Quanto mais cobrança, melhor para o governo e político que não gosta de cobrança, ele mude de ramo, ele vá para uma ditadura. Esse é o papel do político no termo de crítica, eu entendo crítica como necessária, como importante para alertar e para fazer com que o governo procure atender a pauta do povo”, reforçou.(Farol de Notícias)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial