Serratalhadense vence o Prêmio São Paulo de Literatura


Na categoria de romance de estreia de autor com menos de 40 anos, a escritora serratalhadense Débora Ferraz foi a vencedora com o livro Enquanto Deus Não Está Olhando (Record).

O livro conta a história de Érica, uma aspirante a artista plástica que procura entender a relação com o pai a partir do momento em que ele desaparece. O projeto nasceu em 2008, um ano antes do pai da autora morrer, provocando um intervalo na produção, que só foi retomada em 2011. Débora diz que, desde então, iniciou um intenso e disciplinado processo de escrita que envolveu desde entrevistas com profissionais das artes plásticas até a pesquisa com atletas das artes marciais para compor outro personagem, Vinícius.

Débora Laís Ferraz dos Santos nasceu em 1987, em Serra Talhada, Pernambuco. Mudou-se em 2001 para João Pessoa, onde formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Escreveu seu primeiro livro, “Os anjos”, em 2003. O conto “O Filhote de Terremoto” foi finalista do Prêmio SESC de Contos Machado de Assis de 2012, e adaptado para o cinema no curta-metragem “Catástrofe” (2012). A escritora venceu o Prêmio Sesc de Literatura de 2014 na categoria romance com “Enquanto Deus não está olhando”. Foi o que informou o Mais Pajeú.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial