Conselheiros Tutelares de Afogados da Ingazeira estiveram na Rádio Pajeú



Na próxima quarta-feira (13) serão empossados os conselheiros eleitos na eleição de outubro passado em Afogados da Ingazeira. O evento acontecerá na Câmara de Vereadores as 19h, onde também será conhecido o novo (a) presidente do Conselho de Direito.

Tomarão posse os conselheiros reeleitos: Miltinho, Simone da Feira e Patrícia Carvalho e os novos conselheiros: Danilo Gonçalves e Romero Moraes.

Ontem nos estúdios da Pajeú, participando do Debate das Dez, o presidente do Conselho de Direito Alessandro Palmeira, o conselheiro Luciano Pires que não se candidatou a reeleição e os novos conselheiros que serão empossados, Danilo Gonçalves e Romero Moraes.

Alessandro Palmeira disse que o Conselho Tutelar é muito importante para o município, pois tem como prioridade o trabalho com crianças e adolescentes que são por lei tratados de forma diferenciada, tanto pelas leis como pela sociedade.

Palmeira disse que acredita que com a mistura entre a experiência dos que foram reeleitos e a motivação dos que estão chegando agora, o bom trabalho que o Conselho vem fazendo ao longo dos anos deverá ser continuado.

Palmeira destacou o trabalho dos conselheiros que estão saindo Luciano Pires e Alane Ramos, dizendo que os dois fizeram um trabalho de grande relevância para a sociedade. “Isso tem um reconhecimento da população, nós temos pesquisas que tratam disso, sempre que fazemos pesquisas de avaliação da gestão pública municipal, a gente acaba também avaliando o Conselho Tutelar e a maioria da população tem compreendido essa dificuldade e esse trabalho árduo que e estar no Conselho Tutelar”, disse Palmeira.

Luciano Pires falou que não se candidatou a reeleição por ter novos projetos na vida. “Dei a minha contribuição e ao meu ver acho que foi boa, fiz mais de dez projetos com meus próprios recursos e ajuda dos amigos e parceiros”, disse Luciano.

Romero Moraes que fará parte do Conselho a partir deste ano, disse que resolveu ser conselheiro por sempre militar por uma sociedade melhor e que agora quer contribuir para isso através do Conselho. “É duro, é difícil, mas acho muito importante pra sociedade”, disse Romero.

O outro debutante que fará parte do Conselho, Danilo Gonçalves explicou a sua decisão em se candidatar, pois desde cedo aos 15 anos começou a trabalhar com jovens e tomou gosto por trabalhar com o público juvenil. “Quando a gente trabalha com jovem, se vê uma perspectiva de vida no futuro muito boa. Hoje, lógico que a gente vê a sociedade como um todo sendo tomada pelas drogas, pelo alcoolismo e pela prostituição e eu acredito que o Conselho Tutelar é um passo muito importante para este futuro, para que estes jovens futuramente vejam no Conselho, uma instituição a apoiá-los a sair dessa zona ou até evitar entrar”, disse Danilo.

Danilo também falou que já anda acompanhando alguns casos, como uma forma de estágio e que já percebeu que é um trabalho muito árduo.

(*) Fonte: Rádio Pajeú

Comentários

Anterior Proxima Página inicial