Pernambuco é o estado do Nordeste que mais perdeu empregos formais


BDBR - Construção civil (Foto: Reprodução TV Globo)

Pernambuco foi o estado do Nordeste que mais reduziu vagas com carteira assinada ao longo de 2015, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quinta-feira (21) com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). As demissões superaram as contratações em 89.561 vagas formais. Em todo o mais, foram menos 1,54 milhões de empregos com carteira. Foi o que postou o G1.

Ao longo do ano, 480.255 pessoas foram contratadas em Pernambuco e 569.816 foram demitidas, uma variação negativa de 6,43%. O fechamento de vagas aconteceu em meio à conclusão de grandes obras em Suape e também forte queda do nível de atividade da economia brasileira, com a economia em recessão e disparada da inflação nacional – que ficou em 10,67% em 2015, o maior patamar em 13 anos.

O setor com a maior queda no estado foi o de serviços, com menos 32.314 postos formais, seguido pela construção civil, com redução de 30.180 vagas. A indústria de transformação teve menos 18.393 empregos formais, enquanto o comércio teve redução de 9.806 postos de emprego com carteira. No ano de 2015, apenas a agropecuária teve expansão de vagas formais em Pernambuco, com mais 2.522 oportunidades com carteira assinada.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial