Santa Cruz do Capibaribe e Riacho das Almas têm abastecimento suspenso


Compesa realizará obra para continuar retirando volume morto da barragem / Foto: Reprodução/TV Jornal.

Do NE10 Interior

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) irá realizar uma nova intervenção na Barragem de Jucazinho, localizada em Surubim, no Agreste de Pernambuco. A obra, necessária para continuar a retirada do volume morto da barragem, começou nesta quinta-feira (14) e deve ser concluída em 48 horas. Nesse período, o abastecimento de água está suspenso em Santa Cruz do Capibaribe e Riacho das Almas, também no Agreste.

Com o Sistema Jucazinho desativado, os técnicos da Compesa irão  montar uma balsa flutuante, uma estrutura que irá  permitir a captação  da água do ponto mais profundo da barragem. A iniciativa irá prologar  a retirada de água por mais dois  meses, evitando o colapso do abastecimento  para  12 cidades do Agreste atendidas pelo Sistema de Jucazinho. O sistema deve ser religado no sábado (16).

A estratégia da balsa flutuante será o último recurso para a exploração da água disponível da Barragem de Jucainho. Se não chover  até março, a barragem entrará em colapso. Com a  capacidade  de armazenar  327 milhões de metros cúbicos, Jucazinho está hoje com apenas 1,8  % do seu volume total.  Enquanto espera a chuva, a  Compesa  irá administrar a distribuição de água  para as cidades de Cumaru, Passira, Riacho das Almas, Santa Cruz do Capibaribe, Salgadinho,Surubim, Casinhas, Santa Maria do Cambucá, Vertente do Lério, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama com uma vazão de 250 litros de água por segundo.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial