Temporal deixou saldo de 173 quedas de árvores, 55 acidentes e uma morte


Árvores causaram prejuízos por todo o Grande Recife (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Os estragos produzidos pelo forte temporal que atingiu a Região Metropolitana do Recife (RMR) na tarde e noite da sexta-feira (29) causaram a queda de 173 árvores, 89 semáforos danificados, mais de 100 postes derrubados e 55 acidentes pela cidade. Um ciclista morreu após ser atingido por galhos de uma árvore que caiu na Avenida Conselheiro Rosa e Silva, no Espinheiro, Zona Norte do Recife.

Na manhã deste sábado (30), o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), realizou vistoria nos bairros do Bongi, San Martin e Parnamirim. O chefe do Executivo municipal também esteve na Rua da Harmonia, nas Graças, onde acompanhou a retirada de uma árvore de grande porte que atrapalhava o trânsito na via. "Nós registamos ventos de 80 km/h, isso é algo excepcional na nossa cidade. Voos foram desviados. Não há registro nesses últimos 30 anos de um episódio de vento, de rajada e de raios que tivemos ontem à tarde", salientou o prefeito.

Mesmo com mil homens trabalhado neste sábado para tentar reparar os estragos ocasionados pelo último fenômeno meteorológico, o prefeito adiantou que ainda há muito trabalho a ser feito pela próxima semana. "Se tratando de mobilidade a cidade já voltou, praticamente, à sua normalidade, mas a gente ainda precisa restabelecer a energia elétrica das casas das pessoas, já conseguimos restabelecer 80%, mas esses 20% são os casos com maior complexidades que precisarão de mais tempo neste sábado ou pelos próximos dias". (G1)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial