Sertânia: Mais de 63% dos imóveis da Vila da Cohab têm foco de dengue



O Comitê Municipal de Mobilização Social realizou, nestas quarta e quinta-feiras, dias 03 e 04, um grande mutirão na Vila da Cohab para intensificar o combate ao Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zica.

Foram vistoriados 803 imóveis, dos quais 267 estavam fechados e 507 apresentaram focos do mosquito. Dos 1625 moradores abordados, 976 afirmaram ter tido ou estar com a doença. “Os números são preocupantes. Mais de 63% das casas visitadas tinham foco do mosquito e mais de 60% da população esteve ou está doente. Isso confirma que o problema está dentro das casas das pessoas e elas precisam ajudar. A população precisa fazer a lição de casa. É importante olhar pneus, brinquedos das crianças, recipientes dos animais, o prato do vaso de planta, todo o local de possa acumular água. Ou todos entram nessa luta ou o mosquito vai nos derrotar”, disse o secretário de Saúde, Antônio Carlos Santana, que coordena o Comitê Municipal de Mobilização Social para o Controle da Dengue.

“Os moradores do bairro precisa ajudar. Cada um tem que fazer a sua parte. Esse mutirão é muito importante e precisa continuar. Até o secretário de Saúde está aqui trabalhando. Ele está de parabéns”, disse a dona de casa Maria do Socorro Ferreira Passos, moradora da Rua ‘G’.

O mutirão de combate à dengue chegará em todas as localidades do município, inclusive, nos distritos e de forma simultânea. Também serão desenvolvidas ações com a participação das igrejas, associações rurais e urbanas, escolas, voluntários e comércio.

“Precisamos conscientizar, alertar sempre a população para cuidar dos seus quintais e ficar alerta também com o quintal do vizinho, afinal, se um cuida e o outro não, no imóvel dos dois o problema poderá aparecer”, concluiu o secretário Antônio Carlos Santana.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial