Tremor de terra assusta moradores do Agreste pernambucano nesta terça


Epicentro foi registrado no município de São Caetano, a 150 km do Recife / Foto: reprodução Google Maps

Do NE10

Um abalo de magnitude 3.8 na escala Richter foi sentido em diversos municípios do Agreste pernambucano na tarde desta terça-feira (23). O epicentro do sismo foi registrado em São Caetano, a 150 km do Recife. O tremor foi confirmado pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis-UFRN).

De acordo com o sismólogo Joaquim Ferreira, do LabSis-UFRN, o abalo foi considerado forte para a região Agreste de Pernambuco, uma vez que nesta localidade os tremores não costumam passar dos 3.5 na escala de medição. "Em nível mundial, é um terremoto fraco, mas para essa região pode até causar rachaduras em casas, queda de telhas, entre outros danos estruturais", comentou o especialista.

Ainda segundo o estudioso, é difícil estimar a área de atuação do terremoto, mas seria possível afirmar que com essa magnitude os tremores poderiam ser sentidos em um raio de até 80 km do local do epicentro. Apesar disso, diversas pessoas afirmaram ter sentido o sismo em locais como Recife, Olinda, Paulista, Camaragibe, todos na Região Metropolitana da capital pernambucana. 

"Estava sentado na calçada em frente à casa da minha avó, que fica no Loteamento São Pedro, em Camaragibe, quando senti o chão tremer”, afirmou o jornalista Rodolfo Vicente, 24 anos. Ele contou ainda que duas amigas que também moram em Camaragibe, sendo em Aldeia e a outra no centro do município, sentiram o tremor. “Elas estavam deitadas na cama. Não sei dizer se foi a percepção foi melhor para quem estava sentado ou deitado, mas o fato é que percebemos o abalo”, disse.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial