Ajuda japonesa contra o zika em Pernambuco



Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), deverão existir de 2 a 3 milhões de casos de zika na América Latina, baseando-se nos números de 2015 (2,3 milhões de casos na região). De olho nisso, uma comitiva de pesquisadores e representantes do Ministério da Saúde do Japão participa de reunião solene nesta quinta (10), no Plenário do Palácio Joaquim Nabuco da Alepe, a partir das 18h, para estreitar relações entre o estado e o país oriental, no sentido de ampliar as pesquisas desenvolvidas nacionalmente e japonesas, no que se refere ao zika vírus e à microcefalia.

A ocasião, que marca também os 30 anos do Laboratório de Imunopatologia Keizo Azami (LIKA) da UFPE, será ciceroneada pelo deputado Zé Maurício, autor de emenda parlamentar para fomento das pesquisas desenvolvidas no LIKA.

Mais cedo a comitiva e o deputado se reúnem na vice-governadoria do estado no bairro do Recife, com o vice-governador Raul Henry a partir das 16h30, na Av. Rio Branco,4, Bairro do Recife. Participam desta ocasião também a Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de PE, Lúcia Melo, e o diretor do Laboratório de Imunipatologia Keizo Azami, José Luiz de Lima Filho.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial