Boletim aponta crescimento de casos de microcefalia no Sertão de PE


Uma das maiores preocupações com a epidemia diz respeito a seu elo com os casos de microcefalia que se multiplicaram no Brasil (Foto: Felipe Dana/AP)
G1

Foi divulgado nesta terça-feira (29), o número de casos suspeitos de microcefalia em Pernambuco. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE), nas cidades do Sertão, houve o acréscimo de mais um caso nos respectivos municípios: Belém do São Francisco, Salgueiro, Araripina e Parnamirim. Com isso, são ao todo 152 suspeitas de microcefalia na região.

Em Belém do São Francisco passou de 1 para 2 casos, Salgueiro de 11 para 12 casos. Já Araripina foi de 10 para 11 e Parnamirim foi de 8 para 9. Um caso contabilizado, no último boletim em 22 de março, foi descartado em Ouricuri, passando de 23 para 22 casos.

Os municípios que não tiveram alteração foram Petrolina que segue com 18 casos. Exu com 14. Ipubi e Trindade continuam com 10 casos suspeitos. Bodocó com sete. Serrita e Moreilândia estão com seis.

Em Santa Maria da Boa Vista existem cinco casos suspeitos da malformação. Em Santa Cruz são quatro casos e Cabrobó permanece com três. Santa Filomena e Belém do São Francisco estão com duas suspeitas cada município. Dormentes, Afrânio, Orocó e Granito estão, cada cidade com um caso suspeito.

Segundo o novo boletim, são 1.829 casos notificados em Pernambuco entre 1 de agosto de 2015 e 19 de março de 2016, 728 casos prováveis (39,8%) e 18 casos de detecção de microcefalia intraútero, 273 casos confirmados e 349 casos descartados.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial