Lula vê “banditismo” em pedido de prisão do Ministério Público de SP


Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio do Instituto Lula, disse nesta quinta-feira (10) que o pedido de sua prisão é "banditismo" dos promotores do Ministério Público de São Paulo Cássio Conserino e José Carlos Blat; "(Os promotores) Estão usando um cargo público para cometer banditismo e descabida militância política", contra-atacou o Instituto; parece que o pedido de prisão contra Lula serviu para incendiar a militância petista; pelas redes sociais, eles combinar tomar a Avenida Paulistas, já na noite de amanhã, e ocupar as ruas de todo o país entre sábado (12) e domingo (13).
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio do Instituto Lula, disse nesta quinta-feira (10) que o pedido de sua prisão é “banditismo” dos promotores do Ministério Público de São Paulo Cássio Conserino e José Carlos Blat; “(Os promotores) Estão usando um cargo público para cometer banditismo e descabida militância política”, contra-atacou o Instituto; parece que o pedido de prisão contra Lula serviu para incendiar a militância petista; pelas redes sociais, eles combinar tomar a Avenida Paulistas, já na noite de amanhã, e ocupar as ruas de todo o país entre sábado (12) e domingo (13).

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio do Instituto Lula, disse nesta quinta-feira (10) que o pedido de sua prisão é “banditismo” dos promotores do Ministério Público de São Paulo Cássio Conserino e José Carlos Blat.

“(Os promotores) Estão usando um cargo público para cometer banditismo e descabida militância política”, contra-atacou o Instituto.

Para setores do PT, o factoide dos promotores tucanos teria como objetivo animar a manifestação de domingo 13 pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Parece que o pedido de prisão contra Lula serviu para incendiar a militância petista. Pelas redes sociais, eles combinar tomar a Avenida Paulistas, já na noite de sábado, e ocupar as ruas de todo o país entre sábado (12) e domingo (13). (Blog do Marcos Almeida)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial