Marcos Oliveira deixa a CMST lamentando não aprovação de projeto que reduz recesso


marcos

O vereador Marcos Oliveira (PRTB) fez a sua despedida nessa segunda-feira (22) frustrado com a não aprovação do projeto de lei da sua autoria que reduz o recesso parlamentar de 60 para 30 dias. O projeto foi muito ‘bombardeado’ logo que entrou em tramitação e provocou vários debates acalorados no parlamento.

Durante o discurso, Oliveira citou que Afogados da Ingazeira partiu na frente aprovando a proposta, e lamentou a ausência de protagonismo dos vereadores de Serra Talhada.

“O tempo foi curto, mas fizemos um mandato propositivo. O projeto que reduz o recesso ainda não foi aprovado. Estou saindo, mas espero que os demais colegas tenham a sensibilidade de aprova-lo. Afogados da Ingazeira já fez isso e esta Casa vai ter que dar respostas a população”, disparou Oliveira, que promete continuar fazendo política realizando ‘bate papo’ nos bairros. A informação é do Farol de Notícias.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial