Lula quase chora e diz que não terá respeito se Dilma cair: 'Confio em Vocês'


Presidente pede nova nova chance - Foto/Montagem

Na tarde desta sexta-feira, 15, a página do Instituto Lula no Youtube publicou um vídeo em que o ex-presidente pede que o povo brasileiro defenda a democracia. Ele diz que ainda acredita que vencerá a batalha do impeachment que será travado contra apresidente da república Dilma Rousseff no próximo domingo, 17, e pede que os deputados deem seus votos com responsabilidade. Até às 13h, de acordo com um gráfico feito pelo Estadão, 346 parlamentares já haviam confirmado que votariam pelo impeachment, quatro a mais do que o necessário. A oposição dizia até nesta quinta-feira, 14, que tinha sete deputados a mais do que o necessário. 

Com lágrimas nos olhos, o ex-presidente lembrou a constituição de 1988 e disse que a partir do seu governo o Brasil enfim começou a melhorar, que a fome foi superada e que a distância entre pobres e ricos foi diminuída. O político disse que teve que se esforçar muito para que o nosso país fosse reconhecido como uma país sério internacionalmente e que isso não poderia ser perdido agora, com uma manobra a que ele mais uma vez chamou de "golpe". O líder petista falou que ainda que as instituições brasileiras eram sólidas e respeitadas, mas que isso podia acabar com "um passo errado" dos deputados. 

O ex-presidente diz que a oposição está fazendo um "canto de sereia" e que tem feito muita gente acreditar que em suas propostas são reais, quando, segundo ele, apenas querem tomar o poder antes da hora. Lula diz ainda que isso foi arquitetado nas sombras e que o novo governo, caso Dilma caia, não será respeitado, tampouco conseguirá governar, pois não terá a legitimidade do voto. "Não se pode brincar com a democracia", disse o petista, que em seguida diz que a comunidade internacional já percebeu que o impeachment se trata de um "golpe". 

Lula disse ainda que mesmo que não tenha cargos usará sua experiência a partir de segunda-feira, 18, para reunir o Brasil, pois o país tem plena condição de voltar a crescer. Ele falou também que é capaz de diálogo e que vai superar a crise. 

Veja abaixo o discurso completo publicado pelo canal do Instituto criado pelo ex-presidente:


Comentários

Anterior Proxima Página inicial