Primeiro caso confirmado: Morre jovem formada em Letras vítima de ‘Gripe Suína’



A jovem Mirla Farias de Pereira, 25 anos, morreu nesta terça-feira (5), com o primeiro caso de H1N1 confirmado em Campina Grande, no Agreste paraibano. A Secretaria de Saúde do Município confirmou que esta é a primeira morte provocada pela gripe na 3ª região de saúde.

A vítima estava internada no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande, desde o dia 7 de março, apesar do tratamento, não resistiu.

A jovem morava em Campina Grande e era graduada do curso de Letras da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Ainda segundo a 3ª região de saúde, dos 12 casos notificados na região de Campina Grande, dois foram confirmados – entre eles o da paciente que morreu nesta terça-feira – e outros 10 aguardam o resultado de exames.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES), até a manhã desta terça-feira, havia sido notificados oito óbitos com suspeita de H1N1 na Paraíba. Um deles já foi descartado (João Pessoa) e os demais seguiam em investigação (um em Puxinanã, outro em Campina Grande, um em Camalaú e quatro em João Pessoa) com amostras no Instituto Evandro Chagas.

Até o último dia 29, a Paraíba havia contabilizado sete casos confirmados da gripe H1N1. De acordo com a SES, a campanha de vacinação deste ano só deve começar no dia 30 deste mês. A informação é do Diário do Sertão.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial