Morte de Michael Schumacher é uma questão de tempo, lamenta médico



Com 19 anos de carreira na Fórmula 1 e 91 vitórias em Grandes Prêmios, a vida do piloto Michael Schumacher mudou drasticamente em dezembro de 2013. O alemão sofreu um grave acidente enquanto esquiava em Méribel, na França, e ficou em coma durante anos.

Um dos neurocirurgiões que operou o piloto alemão, afirmou que sua morte é uma questão de tempo. "Ele não pesa mais do que 45 quilos e apenas um milagre pode mantê-lo vivo. Resta esperar. É uma questão de horas", afirmou o médico em entrevista ao site 'News Every Day'.

Schumacher sofreu um grave acidente na manhã do dia 29 de dezembro de 2013. O ex-piloto estava em uma estação de esqui quando se desequilibrou e sofreu um trauma ao bater a cabeça em uma pedra. 

O alemão passou por neurocirurgias e ficou em coma até o final de abril de 2014. Atualmente, ele está sendo tratado em casa por uma equipe de 15 pessoas, necessitando de cuidados 24h por dia.

Segundo o jornal alemão 'Bild', Schumacher estaria 20 quilos mais magro desde que sofreu o acidente. O ex-piloto é casado com Corinna, com quem tem um casal de filhos, Gina, 17 anos, e Mick, 15. (Correio24horas)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial