Aluna é assaltada dentro de escola em Petrolina e estudantes protestam


Após assalto dentro de escola, alunos protestam em Petrolina (Foto: Leciane Lima/ TV Grande Rio)

Os estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio Clementino Coelho de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, realizaram nesta sexta-feira (5), uma manifestação pedindo mais segurança. O protesto aconteceu depois que uma aluna foi assaltada dentro das dependências do colégio. Revoltados, os estudantes chegaram a bloquear parte da Avenida da Integração com pneus.

De acordo com a professora Erica Ribeiro, a escola está sem porteiro há dez meses e várias solicitações foram feitas a Gerência Regional de Educação (GRE) solicitando mais segurança.

“A escola já solicitou por diversas vezes a vinda desse porteiro, e nenhum das vezes obteve resposta. E, a situação foi se arrastando até culminar com o assalto de hoje. Em volta da escola, nas redondezas, é comum acontecer, principalmente no horário de saída dos alunos. Eles se aproveitam que os alunos estão saindo e comentem o assalto”, disse a professora.

Erica ainda teme que algo mais grave aconteça. “Nós estamos em uma situação de total abandono, com insegurança total. Dessa vez foi um bem material, ainda bem, mas nós tememos pela integridade física dos alunos e a nossa também, porque a qualquer instante pode entrar uma pessoa e cometer algo mais grave”, relatou.

Durante o protesto, muitos motoristas que passavam pelo local não se importaram de pegar um atalho e ainda buzinaram em sinal de apoio ao movimento. “A educação, ela é, além de tudo, um exercício de cidadania e é isso que estamos fazendo aqui. Estamos lutando pelos nossos direitos. Direito da segurança, dos alunos e dos profissionais da escola também”, desabafou Erica Ribeiro.

Em nota a Secretaria de Educação do Estado informou que a gestão da Escola de Referência em Ensino Médio Clementino Coelho prestou Boletim de Ocorrência sobre o fato ocorrido nesta sexta-feira (05) e já está tomando as medidas cabíveis para solucionar nos próximos dias a ausência de porteiro na unidade escolar.

Também houve solicitação da gestão escolar para que haja aumento nas rondas realizadas pela Patrulha Escolar no entorno da escola. (G1)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial