Estudantes de Psicologia promovem evento contra o aumento do suicídio em Serra Talhada


whatsapp-image-2016-09-22-at-09-17-26

Preocupados em combater o avanço do índices de casos de suicídio em Serra Talhada, os alunos do terceiro período de Psicologia da Facisst discutiram sobre o Setembro Amarelo, no auditório da Aeset, nesta quarta-feira (21). A campanha é uma iniciativa Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP),  que realizou as primeiras atividades em 2014 concentradas em Brasília.

Em dois anos a campanha nacional tem crescido e agregado apoiadores. No dia 10 de setembro o Cristo Redentor, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro ganhou a cor da campanha, além de outros movimentos pelas capitais brasileiras. Em conversa com o FAROL, umas das estudantes que organizou a atividade, Lucineide Soares, explicou que essa preocupação dos profissionais de psicologia é possível de ser vencida e há meios de superar a dor.

“Os alunos e professores do curso de Psicologia organizaram esse evento para debater sobre o Setembro Amarelo, que é uma forma de chamar a atenção para o crescimento do índice de suicídio. A campanha é também uma forma de prevenir e dizer que quem tem o pensamento suicida não está sozinho. É possível sair dessa dor, temos o CVV que a pessoa pode ligar sem identificação que terá todo apoio é 141”, relatou. Foi o que postou o Farol de Notícias.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial