Moradores flagram jacarés no Rio Capibaribe em Toritama, no Agreste


Jacarés foram vistos em ponte que dá acesso a Toritama (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)

Moradores de Toritama, no Agreste de Pernambuco, flagraram dois jacarés nesta terça-feira (6) no Rio Capibaribe. De acordo com o mestre em gestão e políticas ambientais, João Domingos, os animais são da especie jacaré-de-papo-amarelo e têm pelo menos 1 metro de comprimento. Os répteis podem ser vistos por quem passa pela ponte que dá acesso ao município.

Domingos explicou que a presença dos jacarés é comum no Rio São Francisco e em rios que banham a Região Metropolitana do Recife. "Aqui [em Toritama], muito possivelmente, tenha acontecido ou uma dispersão de espécie ou uma soltura ou uma fuga de um cativeiro", explicou o ambientalista. Ele recomendou que as pessoas não devem alimentar e nem manter contato com os animais.

A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) informou por meio de nota que a remoção dos animais não poderá ser realizada porque eles estão no habitat natural. "Os jacarés não costumam se afastar muito dos cursos d'água e adentrar nos imóveis particulares ou nos espaços públicos, a não ser que a população local esteja alimentando-os, o que deve ser evitado", disse a CPRH.

A recomendação da CPRH é que os moradores não capturem os jacarés porque podem ser punidos por crime ambiental, que pode resultar em pena de seis meses a um ano de detenção e multa de R$ 500 por animal.

A Agência informou que em caso de riscos, o Corpo de Bombeiros devem ser acionados. O telefone da Unidade de Gestão de Fauna da CPRH é (81) 3182-8905 e funciona de segunda à sexta, das 8h às 17h. (G1)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial