Robô realiza a primeira cirurgia intraocular para restaurar visão


 O aparelho introduz uma agulha no olho, operada por um joystick  (Foto: BBC)

Cirurgiões usaram pela primeira vez um robô em uma operação dentro de um globo ocular, para recuperar a visão de um paciente.

Os médicos do Hospital John Radcliffe, em Oxford, na Inglaterra, esperam que o procedimento abra caminho para cirurgias oculares mais complexas do que atualmente é possível com as mãos humanas.

Cirurgias com robôs são frequentes, mas não haviam sido usadas em operações dentro do olho.

"Operar na região da parte de trás dos olhos requer muita precisão, e o desafio foi criar um sistema robótico que fizesse isso através de um orifício minúsculo na parede ocular sem causar danos enquanto se move", disse o professor Robert MacLaren, da Universidade de Oxford, que liderou a pesquisa.

A BBC teve acesso exclusivo ao procedimento.

O paciente, Bill Beaver, de 70 anos, disse que se sentiu em "um conto de fadas".

"Tenho tanta sorte de ser o primeiro a passar por isso", afirmou.

O robô

O robô é controlado por um joystick (Foto: Bart Van Overbeeke Fotografie)

O robô cirúrgico Preceyes foi desenvolvido por uma empresa holandesa, braço da Universidade de Tecnologia Eindhoven.

O cirurgião usa um joystick e uma tela sensível para guiar uma agulha dentro do olho, enquanto monitora o progresso através de um microscópio.

O robô, que funciona como uma mão mecânica, tem sete motores e é capaz de eliminar os tremores comuns da mão de um cirurgião humano.

Grandes movimentos no joystick resultam em pequenos movimentos no robô, e quando o cirurgião solta o aparelho, o movimento é congelado. ( G1 )

Comentários

Anterior Proxima Página inicial