PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

Desemprego no Brasil pode ultrapassar os 13%, afirma Humberto



Continuando em uma curva descendente, a economia brasileira não deve dar sinais de recuperação. Essa é a avaliação do líder do PT no Senado, Humberto Costa, após a previsão de alguns bancos privados em relação ao índice de desemprego, que pode ultrapassar a casa dos 13%, em 2017.

“Estamos em uma queda livre quando se fala em economia. Diversas medidas de arrocho foram tomadas por Temer e sua equipe. Nada melhorou e nem dá sinais de melhora. Infelizmente não vejo luz nenhuma no fim do túnel com esse presidente não eleito à frente da presidência da República”, afirmou Humberto.

A projeção desses bancos é de uma taxa de, pelo menos, 12,7% de desempregados no Brasil, no caso do Santander. E de 12,9% no caso do Bradesco, que subiu sua projeção após os dados da piora do PIB divulgados na última segunda-feira.  Esses números podem aumentar, a depender de novas divulgações do pessimismo em relação às contas do governo.

“Sempre dissemos que 2016 seria um ano difícil, mas que em 2017 iria melhorar. Só que não contávamos com o impeachment de Dilma. O que o golpista Temer está fazendo vai na contramão das ações da presidenta. Então, não tem milagre. Infelizmente, 2017 tende a piorar após as medidas anunciadas pelo governo temerário”,disse o senador.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou o Indicador Coincidente de Desemprego, que mede a percepção das famílias sobre o mercado de trabalho, que subiu 3,8 pontos. O pessimismo cresce naquelas famílias com renda mensal entre R$ 2.100,00 e R$ 9.600,00.


“A chamada classe média está sentindo na pele, agora, as ações nocivas e daninhas desse governo. As classes mais humildes sentirão fortemente quando a PEC 55 entrar em vigor, a partir do próximo ano. Talvez o setor que sofra mais rapidamente seja o da saúde, pois faltarão medicamentos, profissionais, leitos em hospitais e muitos outros problemas com a falta de recursos”, concluiu o líder petista.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial