No Sertão, jovem morre após passar por cirurgia de lipoaspiração e polícia investiga o caso




A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a morte de uma esteticista, de 37 anos, que morreu na noite desta terça-feira (10), após passar por uma lipoaspiração em um hospital particular de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Uilma Fontes da Silva estava com o procedimento estético marcado para as 16h. A morte foi confirmada às 19h depois que ela sofreu uma parada cardíaca e os médicos não conseguiram reanimar a paciente. Uilma era casada e deixa três filhos de 19, 16 e 14 anos.

Após a morte, a família da esteticista esteve na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Ouro Preto, e solicitou ao delegado Marceone Ferreira que o corpo fosse encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) para atestar a causa da morte.

Segundo o médico legista do IML Laurentino Aguiar, responsável pela necropsia, a possibilidade de perfuração de órgão foi descartada. “Ao que tudo indica ela teve uma embolia gordurosa, que causa insuficiência respiratória”, disse o médico. O laudo final só será divulgado após o resultado de exames realizados nesta quarta-feira (11).

De acordo com a família, esse não era o primeiro procedimento realizado pela esteticista. Há sete meses, ela passou por uma cirurgia para colocar próteses de silicone e fez uma abdominoplastia. O marido, Ordivan da Silva, estava em choque com a notícia e disse que soube da morte depois que tentou falar com a esposa por telefone e não conseguiu.

“Ela veio sozinha porque disseram que não precisava de acompanhante. A noite eu tentei ligar para o celular dela e não consegui. É uma dor que não tem como explicar. A ficha ainda não caiu”, contou abalado.

Fonte: G1/PE

Comentários

Anterior Proxima Página inicial