Prefeitos de Santa Cruz e Triunfo cobram ramal da Adutora do Pajeú ao presidente Michel Temer



Os prefeitos de Santa Cruz da Baixa Verde, Dr. Tássio Bezerra e Triunfo, João Batista, fizeram pessoalmente a cobrança pelo ramal da Adutora do Pajeú ao presidente Michel Temer. Durante a passagem de Temer por Serra Talhada, na inauguração do campus do IF-Sertão, os gestores aproveitaram os pouquíssimos minutos de conversa e foram diretos na cobrança.

“Não podíamos perder a oportunidade de falar diretamente com o presidente. Falamos do sofrimento do nosso povo, da importância de agilizar este ramal para que possamos garantir água para Santa Cruz e Triunfo, que há muito tempo sofre com a falta de chuvas”, disse Bezerra, garantindo:

“Temer se mostrou sensível a causa, e disse que conversaria com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, para agilizar a obra”.

Tássio que luta desde 2013 ao lado do então prefeito de Triunfo, Luciano Bonfim, para que esta obra saia do papel, garante que tanto ele como Batista, estão cobrando o início das obras ao governo federal.

“Tanto eu como Batista estamos cobrando e a nossa esperança é que este ramal saia logo do papel. Já tínhamos cobramos do ministro da integração nacional, à época Fernando Bezerra Coelho, e ao saudoso governador Eduardo Campos, que na ocasião estavam entregando o trecho da adutora do Pajeú em Calumbi. Eles nos garantiram que a obra seria entregue, mas houve mudanças no projeto e atrasou tudo”, explicou o prefeito Tássio.

O novo projeto elaborado prevê que o ramal irá partir de Calumbi, passando pelo Sítio Bom Sucesso, no distrito de Jatiúca e logo depois chegará a zona urbana de Santa Cruz da Baixa Verde, seguindo para o município de Triunfo. Farol de Notícias.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial