Pernambuco registra 280 casos de síndrome respiratória grave nos três primeiros meses de 2017


Campanha de vacinação contra a gripe foi iniciada na segunda (19) (Foto: Agência Brasil/Divulgação)

G1

A Secretaria de Saúde de Pernambuco informou, nesta quarta-feira (19), que entre janeiro e o dia 25 de março deste ano foram registrados 280 casos de síndrome respiratória Aguda Grave (SRAG). Desse total, 29 exames deram positivo para Influenza A (H3N2), vírus sazonal que está na lista de composição da vacina disponibilizada em todo o país, desde segunda (19).

No mesmo período do ano passado, não houve registro de Influenza A (H3N2) em Pernambuco. Entre janeiro e março de 2016, a secretaria computou 217 casos de pacientes com síndrome respiratória grave. Desse total, os testes deram positivo para 41 ocorrência de A (H1N1). Houve 13 mortos para esse tipo do vírus.

A vacinação prioriza profissionais de saúde, nessa primeira etapa que vai até sexta-feira (21). Para os demais públicos prioritários, a imunização começa na segunda (24), seguindo até quarta-feira (26). O Dia D está marcado para 13 de maio.

Ao todo, serão 2.329.874 de pessoas contempladas com a imunização em Pernambuco. Este ano, a meta é vacinar, no mínimo, 90% da população total. Além do vírus da influenza A(H3N2), a vacinação protege contra a influenza A(H1N1), que não teve casos confirmados neste ano, e a influenza B.

Saiba como evitar

Para evitar a propagação de casos, algumas medidas de prevenção devem ser adotadas por toda a população:

Cobrir o nariz e a boca com lenço, ao tossir ou espirrar, e descartar o lenço no lixo após uso.

Lavar as mãos com água e sabão após tossir ou espirrar.

No caso de não haver disponibilidade de água e sabão, usar álcool gel.
Evitar tocar olhos, nariz ou boca.
Evitar contato próximo com pessoas doentes.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial