Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em Floresta e mais 55 municípios



O Ministério da Integração Nacional reconheceu nesta terça-feira (16) mais 56 municípios em situação de emergência em Pernambuco. A medida, complementar às ações de estados e municípios, vai permitir que as prefeituras possam ter acesso à apoio emergencial da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) para socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais. Com a portaria publicada no Diário Oficial da União de hoje, a lista de reconhecimentos federais no estado chega a 127 cidades.

Decorrente do extenso período de estiagem, o reconhecimento federal vai viabilizar o acesso aos programas de fornecimento de água tratada, como a Operação Carro-Pipa Federal, além de permitir que os municípios tenham direito a outros benefícios, como a renegociação de dívidas no setor de agricultura e o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para a retomada da atividade econômica nas regiões afetadas.

Os municípios que passam a integrar a lista são: Afogados da Ingazeira, Afrânio, Araripina, Arcoverde, Belém do São Francisco, Betânia, Bodocó, Brejinho, Cabrobó, Calumbi, Carnaíba, Carnaubeira da Penha, Cedro, Custódia, Dormentes, Exu, Flores, Floresta, Granito, Ibimirim, Iguaraci, Inajá, Ingazeira, Ipubi, Itacuruba, Itapetim, Jatobá, Lagoa Grande, Manari, Mirandiba, Moreilândia, Orocó, Ouricuri, Parnamirim, Petrolândia, Petrolina, Quixaba, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, São José do Belmonte, São José do Egito, Serra Talhada, Serrita, Sertânia, Solidão, Tabira, Tacaratu, Terra Nova, Trindade, Triunfo, Tuparetama e Verdejante.

Para ampliar o abastecimento dos pernambucanos com a água do “Velho Chico”, o Governo Federal apoia financeiramente a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na implantação da Adutora de Moxotó, em Sertânia (PE), que está em execução. O objetivo é garantir que a água do rio chegue aos municípios de Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, São Bento do Una e Tacaimbó. (Nill Júnior)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial