Seca afeta a produção de leite de cabra em Sertânia-PE



A seca afeta a produção de leite em Sertânia, no sertão de Pernambuco. Por falta de alimento, muitos criadores tiveram que se desfazer de parte dos animais. Muitos animais ficam parte do dia soltos na caatinga, procurando o que comer. (G1)

Sem pasto, o jeito é alimentar o rebanho com ração, mas como nem todo mundo tem condições de pagar, muitas vezes a única alternativa é se desfazer dos animais. Entretanto, pode ser difícil achar um comprador.

Quem também enfrenta problemas com a seca são os produtores de leite de cabra. Os produtores trazem o leite para um centro de excelência em derivados de carne e leite, para que ele seja beneficiado e distribuído. Em 2011, o centro recebeu 336.398 mil litros de leite no ano. Em 2016, esse número caiu para 129.717 litros. Uma redução de 61%.

De acordo com a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária, entre 5% e 10% do rebanho de Sertânia morreu no ano passado. A Adagro estima que o rebanho de ovinos e caprinos tenha hoje 130 mil animais.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial