PSB desembarca de vez do governo Temer e defende “Diretas Já”


33419553274_7c856dbd8c_o

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) deixará claro nesta quinta-feira (22) que Michel Temer não tem mais condições de governar o país. Em seu programa partidário de 10 minutos que será exibido nesta noite em cadeia nacional de rádio e televisão, o partido reforçará sua posição contra as reformas trabalhista e da previdência e pede a renúncia imediata de Temer com a escolha de seu substituto por eleições diretas.

“Fomos a favor das eleições diretas em 1984 para acabar com a ditadura. Agora somos a favor das “Diretas Já” para impedir que as interferências do poder econômico continuem valendo mais do que a vontade da população e ditando os rumos do país”, afirma partido no programa.

Na propaganda partidária, o PSB também homenageia o escritor Ariano Suassuna, que foi presidente de honra do partido e completaria 90 anos no dia 16 de junho.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial