PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

Morre Waldir Peres, ídolo do São Paulo e goleiro da Copa de 82, aos 66 anos


O ex-arqueiro Waldir Peres jogou 617 partidas com a camisa do São Paulo em 11 anos no Morumbi

Este domingo, 23 de julho, ficou um pouco mais triste para os amantes do bom #Futebol e especialmente para aquelas pessoas que se recordam da Copa do Mundo de Futebol disputada em 1982 na Espanha, pois morreu uma das maiores estrelas que estiveram presentes naquele campeonato mundial e que foi o goleiro do time do #São Paulo por muitos anos. Trata-se de Waldir Peres, que faleceu aos 66 anos de idade.[VIDEO]

Izabel, que é irmã do ex-goleiro, infelizmente, falou à reportagem da ESPN, confirmando que o veterano tinha ido a uma festividade na cidade de Mogi Mirim, interior do Estado paulista, ocasião em que foi acometido por um infarto do miocárdio fulminante.

Waldir Peres até chegou a ser levado às pressas para o Hospital 22 de Outubro, na mesma cidade; porém, não resistiu e acabou vindo a óbito.

O arqueiro que alcançou projeção no mundo do futebol, começou a carreira no início da década de 70 no time da Ponte Preta da cidade de Campinas, interior de São Paulo, e, exatamente em 1973, o ex-craque desembarcou no tricolor do Morumbi, na Capital.

Completando 11 anos de jogos pelo São Paulo, Waldir Peres atuou em 617 disputas, ficando atrás unicamente do também ex-goleiro Rogério Ceni, como tendo mais atuações pelo clube paulistano.

Waldir sagrou-se vencedor no Campeonato Brasileiro de 1977 em cima do Atlético-MG nos pênaltis e por três anos ele ganhou o conhecido Campeonato Paulista, a saber, em 1975, 1980 e 1981.

No ano de 1984, Waldir se afastou do São Paulo e foi jogar no América da Cidade do Rio de Janeiro; no entanto, ainda enquanto estava na ativa, ele atuou pelas equipes do Guarani, Corinthians, Portuguesa, Santa Cruz e por último da Ponte Preta, relembrando o local onde começou a sua carreira de fama.

Especificamente pela seleção do Brasil, o goleiro Waldir Peres jogou 39 vezes, tendo sido reserva nas Copas do Mundo de 1974 e 1978, mas foi titular absoluto na Copa da Espanha em 1982, jogando ao lado de montros sagrados do futebol como Falcão, Oscar, Sócrates, Júnior, Éder e Zico.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial