PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

Compesa inicia a instalação dos conjuntos de bombas que vão colocar água na Adutora do Moxotó



A Compesa recebeu nesta semana os primeiros 10 conjuntos de motorbombas, de um total de 15 equipamentos, pertencentes ao sistema de bombeamento (estações elevatórias) da Adutora do Moxotó. As bombas já estão no canteiro de obras e a montagem será iniciada na próxima semana. Os cinco conjuntos restantes chegarão ainda este mês. Juntos, esses conjuntos de bombas
terão a capacidade de 500 CV  para bombear 450 litros/água por segundo para dez cidades do Agreste e do Sertão. A Adutora do Moxotó ira antecipar o uso da Adutora do Agreste a partir do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco.

Segundo o gerente de Obras da Compesa,  Artur Correia, a instalação dos equipamentos é um item importantíssimo para o cumprimento do desafio de concluir a obra até dezembro  deste ano. “A obra está 70% concluída e ainda temos que avançar muito para concluir o empreendimento no prazo previsto", adiantou. A expectativa da companhia, caso haja a regularização dos repasses dos recursos por parte do Governo Federal, é realmente cumprir esse prazo.

A Adutora do Moxotó foi a alternativa encontrada pela Compesa, em atendimento à  solicitação do governador Paulo Câmara, para que o Agreste possa receber as águas da Transposição do Rio São Francisco ainda em 2017. Com 70 quilômetros de extensão, a Adutora do Moxotó  irá  beneficiar as cidades de Arcoverde, Pesqueira, Alagoinha, Venturosa, Pedra, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó, São Bento do Una e São Caetano. Mais de R$ 85 milhões de reais, somente com Adutora do Moxotó, estão sendo investidos no empreendimento que permitirá a antecipação do uso das águas do Velho Chico para 400 mil pernambucanos.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial