PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

PARABÉNS PARA ISABELLY FERREIRA

Semana complicada para o deputado licenciado e ministro de Minas e Energia Fernando Filho



O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, teve uma semana bastante agitada. Além ser alvo constante de protestos por conta da proposta de privatização da Chesf, o ministro que é filho do senador Fernando Bezerra Coelho passou por um daqueles constrangimentos que não acrescenta nada na vida do político. Na ultima terça-feira (10), Fernando Filho, viu seu nome ser alvo de chacota ao ser rejeitado para receber um titulo de cidadão de Olinda pelos vereadores. Pouco tempo depois a câmara volta atrás e concede o titulo de cidadão olindense ao ministro, isso tambem foi visto como ponto negativo para Fernando Filho, uma vez que segundo se comenta nos bastidores da política foi preciso uma intervenção do senador para reverter à situação.

A Câmara de Vereadores de Olinda rejeitou em primeiro momento projeto que concedia o Título de Cidadão olindense ao ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB). De acordo com parlamentares contrários à proposta a inexistência de vínculos ou serviços relevantes do rapaz à Cidade Patrimônio, além do posicionamento dele a favor da privatização da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF), pesaram na decisão.

“Achamos a proposição descabida uma vez que o ministro compõe um governo ilegítimo (Michel Temer) e está promovendo a entrega do patrimônio público brasileiro à iniciativa privada. Em lugar nenhum do mundo uma nação abre mão de um setor estratégico como a geração de energia. Considerei, portanto, a concessão injusta. O ministro também está em posição contrária aos interesses do povo de Pernambuco ao se contrapor ao que defende o governador Paulo Câmara (PSB)”, justificou o vereador Marcelo Soares, que integra o PCdoB.

Já na segunda tentativa, os vereadores Edmilson (PSD) e Professor Marcelo (PTB) que haviam votado contra, mudaram de posição, o que contribuiu para a proposta ser aprovada na Casa. Na justificativa, a Câmara afirma que “como ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho está viabilizando à cidade de Olinda, um parque de energia renovável, além de ter conseguido recursos para restauração de monumentos históricos”. A informação é do Blog do Didi Galvão.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial