Vigia põe fogo em crianças em creche de Janaúba, em Minas, e ao menos oito morrem



G1

 As vítimas até o momento são seis crianças e a professora. O agressor também morreu. No total 22 foram queimados e casos graves foram levados para hospitais da região.

Uma tragédia abalou a pequena cidade mineira de Janaúba, a 557 km da capital Belo Horizonte. O vigia noturno da creche Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente ateou fogo em dezenas de crianças entre quatro e seis anos que estavam no estabelecimento na manhã desta quinta-feira, 5 de outubro. De acordo com a Prefeitura de Janaúba, quatro crianças morreram no local. Outras 22 foram socorridas e levadas para hospitais da região, sendo que nove delas estão em estado grave com queimaduras em mais de 20% do corpo, de acordo com um boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros. Às  23h desta quinta-feira, o total de mortos no ataque havia subido para 7: mais duas crianças morreram no hospital, além da professora. O vigia também morreu.

Segundo informações dos jornais locais, o agressor seria Damião Soares dos Santos, de 50 anos, que havia sido afastado do cargo após alegar problemas de saúde. Ele jogou álcool sobre as crianças e sobre seu próprio corpo e em seguida acendeu o líquido inflamável. O teto de material inflamável da sala onde o crime ocorreu teria ajudado a espalhar as chamas. Santos também chegou a ser internado em estado grave, mas morreu durante a tarde.

O G1 divulgou uma lista com o nome das crianças mortas. A fonte, de acordo com o portal, seria o Instituto Médico Legal da cidade. Elas seriam Ana Clara Ferreira Silva, Luiz Davi Carlos Rodrigues, Juan Pablo Cruz dos Santos e Juan Miguel Soares Silva, todos de 4 anos.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial