25ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana bate recorde de compradores e expositores



Caruaru se tornou o centro da moda no Agreste nos três dias de realização da 25ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana (RNMP). Lojistas de todo o Brasil estiveram no município para comprar itens das coleções outono/inverno de empresas de confecção, calçados e acessórios de Pernambuco, Ceará, Paraíba, Goiás e de Minas Gerais que irão compor suas vitrines em todas as regiões do País. O resultado foi positivo. Foram gerados R$ 17,6 milhões em negócios e a edição se consagrou como a que contou com mais expositores e compradores na história do evento. Entre os compradores, cerca de 30% nunca haviam participado da RNMP, o que demonstra que a iniciativa cumpre com seu papel de expandir o mercado de confecções pernambucano, atraindo novos clientes.

Os números mostram o fôlego que a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana ganhou, apresentando novidades para todos os públicos que participam da iniciativa. Os 127 expositores tiveram um espaço renovado com um novo layout para disposição dos 134 stands. Os 534 compradores, entre convidados e espontâneos, tiveram acesso à produção de fornecedoras de peças de surf wear/street wear, praia, fitness, moda íntima, bebê/infantil, jeans, moda feminina, moda masculina e de calçados e acessórios. Além disso, conheceram o trabalho de cinco novas micro e pequenas empresas que participaram do evento através do projeto piloto “Pernambuco que Cresce”.

“Este projeto promoveu o acesso das pequenas empresas a este mercado de maneira mais organizada. Foram cinco empresas participantes deste módulo, que estão iniciando as atividades dentro dessa estrutura de gestão comercial em nível nacional e já tiveram essa oportunidade. Isso é muito positivo e faz com que elas amadureçam e participem do mercado formalizado, gerando empregos e riquezas no futuro. ”, avaliou o coordenador do evento, Wamberto Barbosa.

Para o público em geral, a Alameda dos Profissionais, criada na 24ª edição, teve diversas atrações incrementadas à programação. A Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa, trouxe a cultura regional com o “Corredor do São João” e o “Stand da Feira”, este último que reuniu peças de barro e brinquedos populares de 15 artesãos do Alto do Moura e da Feira de Artesanato. O “Reality Criativo” do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) contou com sete profissionais de moda na produção de uma micro coleção em apenas dois dias. O resultado foi apresentado ao público em um desfile no último dia do evento. O stand do NTCPE apresentou quatro empreendimentos: a empresa de vestuário de proteção UV, Peamo, a de moda praia feminina, Lala Di, a de moda f­­­­­­itness, Voador, e o birô de serviços de moda, Pássaro Estúdio, que faz desde a criação de estampas até o desenvolvimento de coleções. Todas fazem parte do Programa de Incubação do Marco Pernambucano da Moda.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial