Família rifa boi para conserto de aparelho auditivo e menino se emociona ao voltar a ouvir



Foram longos 17 dias de um silêncio indesejado. A tristeza só aumentava diante da ausência das notas musicais. Luiz Gustavo, em seus nove anos de idade, nos últimos seis se acostumou a ouvi-las, fosse em seu dia a dia em casa ou no som do carro a caminho da escola. Nem mesmo as vozes de seus pais ecoavam o chamando pelo nome. E dos lábios de sua irmãzinha, de sete anos, nenhuma palavra se escutava. O drama de Luiz extrapolou o ambiente familiar, comoveu os moradores de Bueno Brandão, no Sul de Minas, e ganhou as redes sociais, depois da divulgação do vídeo em que recupera a audição.

De acordo com auxiliar de escritório Juliano Martins da Silva, de 32 anos, pai do garoto, há seis anos seu filho passou a ouvir por meio de aparelho auditivo, instalado quando tinha três anos de idade. "Nos últimos seis anos ele vem tendo uma vida normal, com acompanhamento de fonoaudiólogos para melhorar a fala. Só que no dia 8 deste mês, o equipamento parou de funcionar, estragou. Enviamos para a assistência técnica, que apresentou orçamento de R$ 7.180 para o conserto, já que a garantia havia acabado há três anos”, explicou Juliano.

O aparelho foi implantado pelo Sistema Único de Saúde, que não financia a manutenção. Sem ter o recurso em mãos, o pai tentou negociar com a empresa que dá assistência, mas apenas conseguiu que o valor fosse parcelado no cartão de crédito. “Não tenho renda para ter tal limite no cartão. Vi a cada dia meu filho mais triste, com dificuldades na escola. Foi um sofrimento para ele, que gosta de ouvir música, para mim e minha esposa. Um amigo sugeriu a arrecadação por meio de doação em um site, mas não entraram doações”, contou o auxiliar de escritório. (Estado de Minas)

Assista é emocionante:


Comentários

Anterior Proxima Página inicial