Juízes aprovam paralisação no dia 15 contra fim do auxílio-moradia, diz Associação



Os juízes federais decidiram realizar no próximo dia 15 uma paralisação para protestar contra o eventual fim do auxílio-moradia e o que consideram “perseguição” que vem sofrendo em razão do ataque à remuneração da classe, informou nesta quinta-feira em nota a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

A consulta da entidade, iniciada na semana passada, foi concluída nesta quinta-feira com o apoio de 81 por cento dos 1.300 votantes.

Em nota, a Ajufe sustentou que a forma encontrada para punir a Justiça Federal, que teve atuação em casos de corrupção, notadamente a operação Lava Jato, é atacar a remuneração dos seus juízes.

“A operação Lava Jato vem mudando a cultura brasileira em relação à corrupção, combatendo-a, sem limites, o que está comprovado pela condenação de diversas autoridades nacionais que ocuparam cargos expressivos, fato inédito, até então, na história da República. É bom lembrar que várias pessoas poderosas estão atrás das grades”, disse.

“Assim, a forma encontrada para punir a Justiça Federal foi atacar a remuneração dos seus juízes. Primeiro e de forma deliberada, quando não se aprovou a recomposição do subsídio, direito previsto na Constituição Federal, cuja perda já atinge 40 por cento do seu valor real; segundo, quando foi acelerada a tramitação do projeto de alteração da lei de abuso de autoridade, em total desvirtuamento das 10 medidas contra a corrupção, projeto esse de iniciativa popular”, completou.

Para a entidade, essa “perseguição” à magistratura federal é semelhante a que ocorreu depois das operações Mãos Limpas, na Itália, nos anos 1990, quando, para enfraquecer o combate à corrupção, várias medidas foram aprovadas como punição aos juízes.

A associação afirma que a magistratura federal é alvo, de maneira seletiva, de “questionamento e ataques injustos e levianos, mesmo percebendo o benefício com base na lei e na decisão judicial legítima e extensamente fundamentada”.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial