Projeto Cultura Buíque oferece oficina de iniciação teatral



O Sesc Ler Buíque está com inscrições abertas para a oficina de iniciação teatral que faz parte do Projeto Cultura Buíque. A atividade é gratuita e será realizada de 19 a 23 de março, sempre das 19h às 21h, na Escola Vigário João Inácio, localizada na Rua Aurora Laerte Cavalcanti, nº 157, no Centro da cidade.

Na oficina, que será ministrada por Yan Vinícius e Vitor Cruz, serão abordadas noções básicas do universo teatral, com teoria e prática, proporcionando aos alunos vivências substanciais para a formação do intérprete. Serão apresentadas ainda, de forma cronológica, a passagem do teatro por diversas culturas, gerações e civilizações, culminando em uma esquete teatral, que se utiliza da técnica do teatro do oprimido (teatro–fórum) como base da encenação.

“Os alunos serão instruídos a questionar situações cotidianas por meio da arte do teatro.Vamos utilizar jogos de improvisação, pesquisa e socialização, laboratório de experimentação e criação, jogos teatrais, aquecimento, jogos de concentração, jogos de expressividade criativa e apreciação de obras audiovisuais”, explica Yan Vinícius. 

Os interessados em participar da atividade podem se inscrever até segunda-feira (19/3) no Ponto de Atendimento do Sesc Ler Buíque, que fica na Rua Projetada, S/N, no bairro Frei Damião, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Os instrutores – Yan Vinícius é da cidade de Arcoverde. Iniciou sua formação artística no Grupo Teatral Multifaces, em 2014, resultado de uma oficina dirigida por Vitor Cruz, no projeto Aldeia Olho D’água dos Bredos oferecida pelo SESC Arcoverde, em que realizou o espetáculo “Fuxicos”. Em seguida, passou a integrar a Escola Sesc de Teatro, onde tem se capacitado desde então, tanto como ator quanto como oficineiro, proporcionando a vivência, enquanto instrutor, em aulas dentro da Escola Sesc e em demais projetos. Atualmente, é integrante da Tropa do Balacobaco e do Pé de Vento - Grupo Teatral do Sesc Arcoverde, e desenvolve ações formativas no seguimento de teatro com contações de história, e iniciação teatral. É instrutor de aulas de teatro no projeto Novo Mais Educação, na Escola Municipal Freire Filho, situada no bairro do São Geraldo, em Arcoverde. É associado à Estação da Cultura, onde é tesoureiro. Yan é produtor cultural e participou da equipe de produção da Mostra Geraldo Barros do SESC Arcoverde, da A Vapor Mostra de Artes da Associação Estação da Cultura, é diretor teatral no projeto Curta Cena, a convite do Sesc Arcoverde e organizador do Polo Estação da Cultura no São João de Arcoverde.

Vitor Cruz é português da cidade de Braga e tem se dedicado nos últimos nove anos ao trabalho artístico no teatro, desde a construção de adereços à noção corporal e de movimento na representação, passando pela arte da máscara, bem como da iluminação cênica e também é professor de iniciação teatral. Bonequeiro, participou de diversos espetáculos do encenador Moncho Rodriguez, como ator e como técnico de iluminação e aderecista. Em 2012, trabalhou como diretor de palco de Gracindo Jr. e filhos na peça “Canastrões”, de Moncho Rodriguez. Desde 2011, ministra aulas de iniciação teatral e jogos dramáticos. No Brasil, há mais de cinco anos tem expandido sua experiência na área artística e teatral, tendo participado no festival “Janeiro de Grandes Espetáculos” em Pernambuco como técnico de iluminação. Foi oficineiro de iniciação teatral no projeto do Sesc Arcoverde “Aldeia Olho D’Água dos Bredos”, produtor cultural na Mostra Geraldo Barros realizada pelo Sesc Arcoverde, diretor teatral nos projetos Entre em Cena e Curta Cena, ambos produzidos pelo Sesc Arcoverde, Instrutor Teatral no Projeto Mais Educação na Escola Ivani Bradley e CEI Jonas. Vitor tem feito trabalhos em vários outros projetos do Sesc como produtor, aderecista e oficineiro. Atualmente, integra o Grupo Pé de Vento (Grupo de Teatro Avançado do Sesc Arcoverde). 

Comentários

Anterior Proxima Página inicial