Em entrevista, Lula afirma que sua prisão é ‘absurda’ e ‘sonho de consumo’ de Moro




Após o juiz Sergio Moro determinar que se entregue à Polícia Federal em Curitiba até as 17h desta sexta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira, em entrevista ao jornalista Kenedy Alencar, da "Rádio CBN", que sua prisão é "absurda" e "sonho de consumo" de Moro e de pessoas que querem vê-lo passar "um dia preso". Segundo o comentarista, o ex-presidente afirmou ainda que aguardará orientação de seus advogados sobre se irá se apresentar amanhã à PF.

Lula declarou, segundo a "CBN", que Moro não aguardou o fim do julgamento do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) e que estaria agindo politicamente para impedir seu direito de defesa.

Para o ex-presidente, Moro decidiu pela ordem de prisão em reação à liminar apresentada pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, no Supremo Tribunal Federal (STF) para evitar sua prisão e de outros réus que possam ir para a cadeia sem que o processo tenha transitado em julgado. O pedido deve ser analisado pelo ministro Marco Aurélio Mello, que relata uma ação declaratória de constitucionalidade sobre a possibilidade de prisão em segunda instância. (Agência o Globo)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial