Delegado da PF quebra caixas de som de acampados pró-Lula



O delegado da Polícia Federal (PF) Gastão Schefer Netto quebrou, na manhã dessa sexta-feira (4), as caixas de som utilizadas pelos membros do acampamento “Lula Livre”, em defesa do ex-presidente Luiz Inácio da Silva (PF), localizado no bairro Santa Cândida, em Curitiba. Segundo relato de petistas, que gravaram imagens da ação, ele invadiu o local durante o “Bom dia, presidente Lula”, se infiltrou entre os manifestantes e destruiu os equipamentos. Ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar (PM) interviu na situação, devido à possibilidade de briga, mas liberou o homem na sequência e informou que não chegou a abrir boletim de ocorrência (B.O). “Os seguranças voluntários o detiveram, mas tamanha atitude é de extrema gravidade e mostra a postura ideológica desta instância de perseguição a Lula, que é mantido como preso político. Exigimos uma posição imediata da Polícia Federal, quanto à atitude de seu delegado”, afirmou o presidente do PT no Paraná, Doutor Rosinha. Lula cumpre pena na capital paranaense desde o dia 7 de abril.

Procurada pela reportagem do Portal Terra, a assessoria de imprensa da PF confirmou que Schefer Netto é funcionário da instituição, entretanto, disse que não se pronunciaria sobre o caso, uma vez que ele ocorreu em via pública e não tem nenhuma relação com o cargo ocupado pelo servidor. Para o órgão, trata-se de um desentendimento entre vizinhos. Isso porque Netto mora na região onde fica a Superintendência e também o acampamento. A apuração, conforme a PF, cabe à Polícia Civil (PC).

A vigília “Lula Livre” se manifestou por meio de nota. “Independentemente das sanções penais cabíveis pela agressão praticada pelo delegado Gastão Schefer, a Polícia Federal tem a obrigação de tomar as medidas disciplinares, em relação ao seu delegado que agrediu manifestantes pacíficos. Do contrário, a instituição se tornará cúmplice de mais este atentado. Graças à atuação dos militantes que voluntariamente cuidam da segurança da esquina Olga Benário, Neto foi contido sem que nada de mais grave acontecesse com sua integridade física ou da dos presentes”, diz trecho.

Fonte: Terra

Comentários

Anterior Proxima Página inicial