Ministério da Integração afirma que mais de 1.200 operários serão contratados para concluir Eixo Norte da Transposição



Como já publicamos neste fim de semana, na última sexta-feira o Ministério da Integração Nacional autorizou o consórcio Ferreira Guedes-Toniolo, Busnello a assumir os serviços restantes do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Nesse domingo, 6, a assessoria de imprensa do Ministério da Integração informou que mais de 1.200 operários serão contratados nas próximas semanas para garantir que a água chegue ao Ceará até agosto. De acordo com o ministro Pádua Andrade, várias frentes de trabalhos serão abertas simultaneamente, inclusive em períodos de 24 horas, para acelerar o cronograma da obra.

Pádua disse que pretende acionar a 3ª estação de bombeamento (EBI-3) até junho. “A construtora começará pelos pontos de obras mais complexos do trecho: a terceira estação de bombeamento (EBI-3) e o túnel Milagres. A EBI-3 é a maior estação elevatória de toda a Integração do São Francisco. São 90 metros de altura. É o equivalente a elevar o volume de água de uma piscina olímpica – a cada segundo – à altura de um prédio de 30 andares. Nossa expectativa é de acionar essa estrutura até o mês de junho”, falou.

O novo consórcio assume o trecho no lugar da EMSA, que foi substituída para que os prazos de entrega do Eixo Norte sejam cumpridos. O Ministério da Integração Nacional declarou que a empresa não vinha apresentando ritmo de trabalho adequado ao cronograma. “Para não gerar prejuízos à população, preventivamente, rescindimos o contrato e vamos acelerar os serviços. É nossa prioridade entregar o Eixo Norte em 2018, assim como prometemos – e cumprimos – a entrega do Eixo Leste em 2017”, destacou o ministro.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial