TRE-PE orienta sobre prazo final para tirar o título e resolver pendências eleitorais



O Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE) está com horário ampliado de atendimento até a quarta-feira (9) para que o eleitor se regularize e possa votar nas eleições deste ano. O horário de atendimento nos cartórios fica das 8h às 16h.

Os serviços obrigatórios que devem ser regularizados até quarta-feira são os de emissão da primeira via do título, alteração de dados, regularização de título cancelado, transferência de domicílio eleitoral e regularização da biometria para quem perdeu os prazos deste ano ou de anos anteriores.

Para as pessoas com deficiência também se encerra nessa data a transferência para seção eleitoral com acessibilidade e a regularização da situação eleitoral de presos provisórios e adolescentes internados que não possuem cadastro eleitoral ou desejam votar no pleito este ano.

É importante ressaltar que todos esses procedimentos devem ser feitos no cartório eleitoral ou posto de atendimento da cidade onde o cidadão reside, sendo necessária a transferência caso o título pertença a outro domicílio eleitoral.

Para saber a qual cartório ele deve se direcionar, o eleitor poderá, através do site do TRE-PE, encontrar o endereço e telefone de todos os postos de atendimentos. O atendimento pode ser feito através de senha obtida na hora que o eleitor chega ao cartório ou por agendamento pelo site.

Ao se dirigir ao cartório eleitoral, o cidadão deve levar os seguintes documentos: título de eleitor, caso o possua; um comprovante de residência (sempre que possível, em nome do eleitor e, para os casos de transferência, com antecedência mínima de três meses); um documento oficial de identificação pessoal contendo, no mínimo, nome, filiação, data de nascimento e nacionalidade; e o comprovante de quitação militar, quando do sexo masculino.

Após o fechamento do cadastro até 10 dias antes das eleições, os únicos serviços que poderão ser feitos em cartório são emissão 2ª via do título eleitoral e certidão circunstanciada que são tiradas no cartório e concedida pelo juiz para resolver provisoriamente a necessidade de apresentar a quitação eleitoral enquanto o cadastro está fechado.

Coordenadora da Central de Atendimento do Eleitor, Marta Vaz, lembra que, pela constituição federal, o alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios aos brasileiros a partir dos 18 anos e facultativos aos jovens de 16 e 17 anos, aos maiores de 70 anos e aos analfabetos. “Sob pena de sofrer algumas sanções, como não poder tirar passaporte, participar de concursos públicos ou se matricular em universidade pública, então é um documento muito importante”, disse.

“Lembrando que aumentamos a nossa capacidade de atendimento para melhor atender ao eleitor. Tínhamos a capacidade de atender 300 eleitores por dia e hoje estamos com 1380. Então, eu chamo a população que precisa regularizar que venha logo sob pena de não ser atendido”, acrescentou a coordenadora.

Em caso de dúvidas ou outras informações, os eleitores podem entrar em contato por meio do Disque-Eleitor, no telefone (81) 3194.9400.

Via G1 Pernambuco

Comentários

Anterior Proxima Página inicial