Casos de infarto aumentam no Brasil, aponta levantamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia



A cada hora, 40 pessoas morrem em decorrência de doenças do coração. As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil. De acordo com o último levantamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), as doenças cardíacas chegam a atingir, por ano, mais de 300 mil vítimas. O estudo também aponta que infartos e derrames (AVCs) lideram as estatísticas.

Com o objetivo de alertar a população sobre os riscos e cuidados com o coração, neste mês, é celebrado o “Setembro Vermelho”. A campanha surgiu a partir da celebração do Dia Mundial do Coração, comemorado no dia 29 de setembro. Dados do SBC revelam que os atendimentos de emergências cardiovasculares nos hospitais do Brasil são 82,2% maiores do que os procedimentos agendados com antecedência. A pesquisa mostra, ainda, que homens acima dos 60 anos lideram os atendimentos.

De acordo com o cardiologista Audes Feitosa, presidente da Sociedade Pernambucana de Cardiologia (SBC/PE), o infarto, conhecido como ataque cardíaco, ocorre quando a circulação do sangue é interrompida em uma parte do coração. “O sintoma mais comum é dor no peito ou desconforto que se pode espalhar para o ombro, costas, pescoço ou maxilar. O incômodo pode, por vezes, ser semelhante à azia”. 

Prevenção

O médico explica que metade das pessoas que sofrem infarto morre antes de terem atendimento hospitalar. “Muitos casos de infarto podem ser prevenidos com uma dieta adequada, atividade física e controle do peso. Além disso, com a prevenção de doenças como diabetes, aterosclerose, dislipidemia, aterosclerose e hipertensão”.  

Comentários

Anterior Proxima Página inicial