Elegendo Haddad, teremos um amigo do Nordeste e de Pernambuco, afirma Humberto em encontro com prefeitos


Com o objetivo de fortalecer e levar o nome do candidato Fernando Haddad para todo o estado, o senador reeleito do PT e líder da oposição a Temer no Senado, Humberto Costa participou, na tarde desta sexta-feira (19), em Gravatá, Agreste pernambucano, de um grande ato que reuniu, além do governador Paulo Câmara (PSB) e da futura vice-governadora Luciana Santos (PCdoB),  prefeitos, lideranças, secretários e vereadores de todas as regiões de Pernambuco.

"Vamos construir esta vitória, no próximo dia 28, porque, elegendo Fernando Haddad presidente do Brasil, teremos um amigo do Nordeste e de Pernambuco que vai contribuir para a construção de um estado forte e com mais oportunidades", conclamou Humberto durante seu discurso para uma plateia com mais de 400 lideranças.

O senador petista lembrou do perigo que os brasileiros correm se Jair Bolsonaro (PSL) for eleito presidente. "De um lado, temos um candidato e uma gestão que a gente conhece. É o candidato da democracia e da defesa da Constituição. Do outro, temos uma pessoa absolutamente despreparada, uma figura folclórica que é uma ameaça às pessoas, ao Congresso Nacional e às conquistas sociais", acentuou o parlamentar.

Além dos partidos da Frente Popular, participaram também do ato o PP, PCB e PSOL. A ex-candidata ao governo, Dani Portela (PSOL), falou da importância da construção de uma Frente Democrática. "Há poucos dias, estávamos em palanques opostos, mas hoje tenho muita clareza de que a nossa união se dá para defender a democracia no Brasil. Precisamos superar qualquer diferença. Não se trata de escolher um partido. A questão, agora, é civilização ou barbárie, é vida ou morte. Queremos democracia e não ditadura", disse Dani.


Comentários

Anterior Proxima Página inicial