Humberto diz que haverá surpresa dia 28 e cobra providência contra os Bolsonaro



O senador reeleito do PT e líder da oposição a Temer no Senado, Humberto Costa participou, na tarde desse domingo (21), em Olinda, de um grande ato que reuniu mais de 80 blocos e troças carnavalescas, desfilando pela democracia e por Fernando Haddad presidente. Grandes agremiações como o “Eu acho é pouco” e o “Ceroulas” arrastaram uma multidão pelas ladeiras da cidade alta. Ele viu no ato um prenúncio de virada para Haddad. E cobrou providências das autoridades contra as ameaças dos Bolsonaro à democracia.

“A quantidade de pessoas aqui nas ladeiras de Olinda me dá a certeza de que vamos ter um resultado bem diferente do que está sendo visto nas pesquisas. O povo está nas ruas lutando pela democracia e quem defende a democracia quer Fernando Haddad como presidente”, afirmou Humberto.

A concentração começou no Largo de Guadalupe, por volta das 15 horas, e seguiu ao som de muito frevo até o Largo do Amparo. Em entrevista, o parlamentar disse que o país aguarda providências do Judiciário contra as ameaças feitas pelo filho de Bolsonaro, Eduardo, que fecha o STF “com um cabo e um soldado”.

“Bolsonaro representa tudo que não precisamos e que não queremos. É hora de unir forças por um Brasil mais igual. O que essa família Bolsonaro quer fazer com o país não existe. Eles acabaram de afrontar, de ameaçar acabar com o STF. Isso é um ato gravíssimo. Esperamos uma posição da justiça e mais do que isso, vamos dar uma resposta nas urnas”, pontuou o Senador.

Conversando com lideranças dos blocos de carnaval, Humberto conclamou todos para a próxima quinta-feira, dia 25, quando o candidato à presidência, Fernando Haddad (PT) estará em Recife.

“Haddad escolheu estar na quinta-feira aqui em Pernambuco porque sabe da força que ele no nosso estado. Nós vamos fazer um grande ato no Centro do Recife para mostrar a população o caminho da democracia, do respeito, da geração de emprego e da igualdade. Haddad representa tudo isso. Convido a cada Pernambucano e Pernambucana para participar, muitos amigos de estados vizinhos virão para Pernambuco caminhar pela democracia com Haddad. Não vai ser um ato por uma chapa, vai ser um ato pelo país”, assinalou Humberto Costa.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial