Laudo aponta politraumatismo como causa da morte de Boechat


JC Online com informações da RedeTV

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) aponta como politraumatismo a causa da morte do jornalista Ricardo Boechat. De acordo com informações obtidas pela RedeTV, os exames mostram que não houve uma alta dosagem de monóxido de carbono no sangue, ou seja, o jornalista veio a óbito antes de entrar em contato com o gás, e nem foram apresentados sinais de fuligem no organismo.

Os exames mostraram também que o corpo de Boechat apresentou sinais de traumatismo abdominal e torácico, ocasionando o politraumatismo.

Acidente

No início da tarde dessa segunda-feira (11) o helicóptero em que estavam o jornalista e o piloto Ronaldo Quatrucci caiu em um trecho da Rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, em São Paulo. Na queda, a aeronave bateu em um caminhão que passava pelo local. Apesar da explosão, o motorista do veículo foi socorrido com vida.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial