Papa Francisco compara abuso sexual de menores na Igreja a sacrifícios humanos


O papa Francisco prometeu neste domingo tomar ações concretas para pôr fim ao abuso sexual de menores na Igreja Católica, ao encerrar uma cúpula sobre o tema, em Roma.

O pontífice disse ainda que levará à Justiça membros do clero que tenham cometido esse tipo de crime, que põe em xeque “a autoridade moral e a credibilidade ética” da igreja. Francisco afirmou que esses sacerdotes são “ferramentas de Satanás”.

“Isso me recorda uma cruel prática religiosa, em algum momento disseminada por várias culturas, do sacrifício de seres humanos – frequentemente crianças – em ritos pagãos”, disse Francisco.

Francisco determinou que os bispos presentes na cúpula revisem e fortaleçam suas dioceses e paróquias para prevenir esses atos. Ele também pediu que os agressores sejam tratados com severidade.

Segundo o correspondente da BBC no Vaticano, James Reynolds, vítimas de abusos pedirão à Igreja Católica detalhes sobre o que será feito para coibir as práticas e punir os abusadores.

Fonte: BBC

Comentários

Anterior Proxima Página inicial