Sileno Guedes defende maior participação de municípios no fortalecimento do SUAS


Para criar novas estratégias de fortalecimento do Sistema Único da Assistência Social (SUAS), o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), Sileno Guedes, se reuniu com conselhos, militantes e gestores da assistência social de mais de 20 municípios pernambucanos durante evento da Frente Pernambucana em Defesa do SUAS, nesta sexta-feira (15). Além do grupo, estiveram presentes os deputados Danilo Cabral (federal) e Isaltino Nascimento (estadual), além de Kátia Cunha e Joelma Karla (integrantes do coletivo Juntas), que destacaram o apoio na construção de ações de enfrentamento aos desafios que têm delineado a política da assistência neste ano. 

Em discurso durante a participação na mesa de abertura, Guedes destacou a disposição política da SDSCJ em se integrar nesse movimento e da necessidade da participação dos gestores municipais, sobretudo dos prefeitos, na incorporação das forças em defesa do SUAS. “É importante que todo estado de Pernambuco tenha participação no Fórum de Gestores e que as representações locais estejam abertas ao diálogo sobre a necessidade do fortalecimento da Assistência. É fundamental que os municípios se articulem para conseguirmos um movimento de baixo para cima e, assim, contribuirmos mais no avanço da política”, afirmou. 

Acompanhando o secretário estadual no encontro, o executivo da pasta, Joelson Rodrigues, repassou dados orçamentários da assistência já apresentados pelo Governo Federal. Durante o encontro, Rodrigues pontuou a importância do sistema. “Mais da metade dos pernambucanos são atendidos de alguma forma pelos serviços e programas socioassistenciais, que têm garantido a essas pessoas o acesso aos direitos. Hoje, temos um sistema consolidado e isso aconteceu por conta de várias mobilizações e da criação de projetos e ações importantes, e isso precisa ser mantido e preservado”.

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do SUAS e relator da PEC 383, de 2017, que busca garantir 1% da receita da União para o financiamento do sistema, o deputado federal Danilo Cabral frisou a necessidade de estimular a sociedade tanto para o debate como para as reivindicações. “A população ainda não entende a importância do sistema e muita gente só percebe quando o problema chega no seu portão. Precisamos mobilizar a sociedade, mas é importante que os prefeitos se envolvam mais, pois quando os programas de transferência de renda e os serviços da assistência não forem mais repassados ao cidadão, o beneficiado vai cobrar primeiro o município e não o governo federal ”, ressalta.

Dentre os encaminhamentos da reunião, estão a construção de um calendário nacional de mobilizações e uma agenda de encontros regionais, a solicitação de audiências públicas e a convocação de mais parlamentares estaduais e federais. Foi pontuado também a necessidade dos estados nordestinos criarem Frentes Parlamentares e a interlocução com conselhos setoriais, como forma de mobilização para garantir o fortalecimento do SUAS.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial