Lula acusa Bolsonaro de trair o Brasil; PT estuda pedir impeachment


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por meio de sua equipe, acusou nesta quarta-feira (20) o presidente Jair Bolsonaro de trair o Brasil.

“Um presidente que não respeita a soberania da nação que representa. Bolsonaro não está a serviço do povo brasileiro”, disparou o preso político, que no próximo dia 7 de abril completará um ano no cárcere.

Mais cedo, pelo Twitter, a presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), também atacou afirmando que jamais tivemos um presidente tão antibrasileiro como Bolsonaro.

Institucionalmente, o PT, o maior partido da América Latina, igualmente denunciou que o Brasil foi posto à venda por Bolsonaro em cujos acordos entregou o país para os Estados Unidos em 24 horas.

“O Brasil está à venda. Esse foi o recado que Jair Bolsonaro (PSL) e Paulo Guedes deram em viagem aos Estados Unidos, onde anunciaram uma série de acordos unilaterais, sem nenhuma contrapartida dos estadunidenses. Uma postura entreguista, que afronta a soberania nacional e desrespeita o povo brasileiro”, destacou o Partido dos Trabalhadores.

Uma das primeiras medidas anunciadas por Jair Bolsonaro nos EUA foi a dispensa de visto para turistas vindos de lá. Do outro lado, os brasileiros continuarão precisando do documento para entrar no país de Donald Trump.

“Exploração comercial da Base de Alcântara, cota para importação do trigo sem taxas, fim da exigência de visto para estadunidenses e entrega do Pré-sal são algumas das medidas anunciadas em viagem oficial que deixam clara a intenção de desmonte do Estado pela turma de Bolsonaro”, continuou o PT.

Para o líder do partido na Câmara, Paulo Pimenta (PT-RS), a decisão é uma prova de que Bolsonaro considera o povo brasileiro inferior. “Em qualquer país cujos governantes tenham o mínimo de dignidade o princípio da reciprocidade baliza as relações bilaterais. Mas Bolsonaro nos acha um povinho menor”, avaliou.

O PT ainda estuda se pedir ou não impeachment de Bolsonaro por traição à nação. A Lei 1.802, de 5 de janeiro de 1953, tipifica o crime de traição nacional do Presidente da República: “Art. 2º Tentar: I – submeter o território da Nação, ou parte dêle, à soberania de Estado estrangeiro;” (Blog do Esmael)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial