Flávio Bolsonaro tenta barrar investigação do MP pela 3ª vez, diz jornal


O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) apresentou a terceira tentativa de barrar a investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) sobre suspeitas de crimes envolvendo ex-assessores dele na Assembleia Legislativa do Estado, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta quarta-feira (29).

De acordo com o veículo, a defesa do filho do presidente Jair Bolsonaro apresentou na semana passada um pedido de habeas corpus ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro contra a quebra de seus sigilos bancário e fiscal determinada pela 27ª Vara Criminal.

O MPRJ alega que há “indícios robustos” dos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj de 2007 a 2018.

Flávio Bolsonaro passou a ser investigado após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontar movimentações atípicas de seu ex-assessor parlamentar na Alerj Fabrício Queiroz. Também foram identificados depósitos suspeitos na conta do próprio senador.

A defesa de Flávio aponta ilegalidades no pedido da Promotoria, como falta de fundamentação. A justificativa do juiz para as quebras dos sigilos toma um parágrafo do documento, adotando as razões expostas pelo Ministério Público em 87 páginas.

O senador nega ter cometido qualquer irregularidade. O senador tem chamado a investigação de “campanha caluniosa” e se diz “vítima de seguidos e constantes vazamentos”.

Fonte: EXAME

Comentários

Anterior Proxima Página inicial