Reitores de instituições federais pedem apoio a deputados contra cortes


Editoria de Cidades

Após o Ministério da Educação (MEC) anunciar cortes de cerca de R$ 140 milhões para instituições de ensino em Pernambuco, reitores das universidades e institutos federais de educação do Estado apostam no auxílio da bancada pernambucana no Congresso Nacional. Nessa segunda-feira (13), os representantes se reuniram com deputados federais e entregaram um documento, pedindo uma união de forças para barrar o corte de 30% nos repasses. No encontro, os deputados levantaram a possibilidade de angariar recursos para as instituições através de emendas parlamentares. A expectativa é de levantar cerca de R$ 40 milhões.

 “É um pedido à nossa bancada pernambucana para que saia em defesa das políticas públicas de educação no País”, pontuou a reitora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Maria José de Sena, que articulou o encontro. Estiveram presentes o reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Anísio Brasileiro, a reitora do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Anália Ribeiro, e a reitora do Instituto Federal Sertão (IF-Sertão), Leopoldina Veras.

BANCADA

Os deputados Wolney Queiroz ( PDT), Danilo Cabral (PSB), Raul Henry (MDB), João Campos (PSB), Marília Arraes (PT), Carlos Veras (PT) e Túlio Gadêlha (PDT) também participaram do encontro. “Existem diversas formas de tentar frear essa ofensiva do governo. Uma delas, que já fizemos semana passada e vamos continuar implementando nas próximas semanas, é a obstrução das matérias de interesse do governo. Não vamos votar até que eles recuem. Outra é juntar forças dos parlamentares para que empenhem emendas para as universidades públicas e institutos federais. São cerca de R$ 10 milhões para cada instituição, o que soma R$ 40 milhões. Como as emendas são impositivas, o governo federal tem obrigação de fazer o depósito com a finalidade que os parlamentares decidirem”, explicou Túlio Gadêlha, que coordena a Frente Parlamentar pela Valorização das Universidades Federais.

Nessa quarta-feira (15), às 9h, o ministro Abraham Weintraub se reúne com parlamentares da Comissão de Educação. No próximo dia 29 é a vez do ministro da Economia, Paulo Guedes, conversar com integrantes da comissão. (Diário de Pernambuco)

Comentários

Anterior Proxima Página inicial