CNT/MDA: Avaliação negativa de Bolsonaro sobe de 19% para 39,5%


Pesquisa divulgada pela CNT/MDA nesta segunda-feira (26) mostra que a avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro (PSL) disparou de 19% para 39,5% no mês de agosto. Enquanto isso, a avaliação positiva caiu de 38,9% para 29,4%.

No caso da avaliação pessoal de Jair Bolsonaro, a aprovação recuou de 57,5% para 41%, enquanto a desaprovação do presidente foi de 28,2% para 53,7% entre fevereiro e agosto. Um salto nesses seis meses iniciais de governo.

Segundo a pesquisa, entrevistados apontaram Saúde (54%), Educação (49%), e Emprego (44%) como os maiores desafios do atual governo.

Sobre as mensagens trocadas entre Sérgio Moro e procuradores da Operação Lava Jato, terem sido obtidas de forma ilegal, 47,2% consideram que ainda assim elas deveriam ser usadas, porque o importante é o seu conteúdo.

Dentre as onze opções apresentadas, os entrevistados deixaram Energia (2%), Saneamento (3%) e Transporte (3%) como os menores desafios.

Sobre o desemprenho do governo em diferentes setores, a pesquisa coloca o combate à Corrupção (31%), Segurança (20%) e Redução de cargos e ministérios (18%) como as áreas que o governo melhor atuou nestes oito meses.

Por outro lado, Saúde (30%), Meio Ambiente (26%) e Educação (24%) foram apontados pelos entrevistados com as áreas de pior desempenho de Bolsonaro. Foi o que informou Esmael em seu blog.

Comentários

Anterior Proxima Página inicial