Em vídeo vazado Macron detona Bolsonaro: "Não se comporta como presidente".


Vídeo mostra conversa no G7 em que francês desabafa e reclama de comportamento do governante brasileiro diante de outros líderes. Presidente do Chile e Merkel concordam com indignação do chefe de Estado europeu.Um programa da televisão francesa sobre os bastidores da cúpula do G7 em Biarritz, na França, flagrou um momento em que o presidente francês, Emmanuel Macron, critica duramente o presidente Jair Bolsonaro em conversa com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, e a chanceler federal alemã, Angela Merkel, durante um encontro em agosto.

"Claro, eu tinha que reagir", diz Macron, após Piñera interpelar o francês a respeito de Bolsonaro. O chileno dizia ser "inacreditável" algo aparentemente relacionado a comentários feitos pelo presidente brasileiro. "Você entende [que eu tinha que reagir]?", pergunta o francês. O chefe de Estado chileno responde: "Sim, eu concordo."

Macron continua: "Eu queria ser muito pacífico, ser construtivo com o cara e respeitar a sua soberania; tudo bem. Mas eu não posso aceitar isso." Merkel, que estava ouvindo a conversa, balança a cabeça e concorda com o presidente francês.

"Você sabe o que ele fez quando o meu ministro do Exterior foi ao país dele?", prossegue Macron, ainda falando com Piñera. "Ele deveria recebê-lo e cancelou no último minuto para cortar o cabelo. E filmou a si mesmo. Desculpa, mas isso não é atitude de um presidente", completa o francês.

Macron se referia a uma situação ocorrida em julho, quando Bolsonaro cancelou um encontro com o ministro francês Jean-Yves Le Drian, em Brasília, e transmitiu uma live no barbeiro no mesmo horário em que a reunião deveria ocorrer.

A conversa entre Macron e Piñera é parte de um programa do canal francês CNews transmitido na semana passada. O vídeo foi compartilhado nesta segunda-feira (09/09) pelo blog do jornalista Jamil Chade no portal Uol. Matéria completa aqui.

Vídeo: Facebook

Comentários

Anterior Proxima Página inicial